Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

Preços dos Airbags: Reparar, Comprar Novo ou Usado?

Precisa de reparar o seu airbag que saltou em determinado acidente? Não sabe o preço médio de um airbag? Não sabe se deve comprar um airbag novo ou usado? Não se preocupe, estas dúvidas são normais.

 

Hoje vamos dar-lhe as melhores dicas relativas à compra/venda de airbags!

 

Em primeiro lugar é muito importante perceber como funciona um airbag e quais são os seus componentes, que em conjunto, permitem activar rapidamente o sistema:

 

- Airbags;

- Pré-tensores;

- Disparadores pirotécnicos;

- Caixa electrónica;

- Cablagem;

- Centralina.

 

comprar-airbags-novos-ou-usados.jpg

 

Como posso substituir o airbag?

 

Calma, a substituição do airbag deve ser feita por um profissional da área qualificado para o efeito. Desta forma evita que o sistema seja activado intempestivamente e previne futuros acidentes.

 

O airbag disparou: E agora como fazer?

 

Se o seu airbag activou com o impacto de algum acidente, terá que obrigatoriamente substituir, caso contrário a área não reparada aumenta a probabilidade de risco dos ferimentos.

 

Qual é o preço de um novo airbag? Devo comprar um airbag usado?: Dicas Fundamentais

 

A compra de um novo airbag é muito importante para a sua segurança, e quanto aos airbags usados a nossa dica é : Não compre airbags usados!! Nós estamos a indicar-lhe a hipótese mais segura e os próprios fabricantes alertam sempre para esta situação. Apesar de serem mais baratos, trata-se da sua vida, estes airbags podem não accionar no momento certo.

 

Vamos falar sobre os custos do airbag? Um novo airbag varia consoante o modelo e marca do carro, contudo já a incluir o custo de mão-de-obra, a troca das peças envolvidas, os valores podem mesmo rondar os 1000€.

 

Voltamos a frisar que um airbag usado é um perigo, como se costuma dizer “o barato sai caro”, como referimos, além de poder não operar no momento exacto, pode nem sequer funcionar. É a sua segurança e a segurança dos restantes passageiros que está em causa.