Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

Desemprego de Longa Duração: Reforma Antecipada - Como Pedir?

Se está numa situação de desemprego à algum tempo, é importante que esteja com atenção à possibilidade de reforma antecipada por desemprego de longa duranção.

 

REFORMA ANTECIPADA POR DESEMPREGO DE LONGA DURAÇÃO: COMO PEDIR?

 

Tem que ter pelo menos 57 anos de idade na data em que ocorreu o despedimento e ter pelo menos 15 anos de descontos para a Segurança Social. Mas mesmo reunindo essas condições só poderá pedir a reforma antecipada quando completar 62 anos.

 

Se completou 52 anos até à data do despedimento e reuniu pelo menos 22 anos de contribuições para a Segurança Social já pode ter acesso à reforma antecipada aos 57, mas com penalizações pelos meses que faltam para completar 62 anos (0,5% por cada mês).

 

reforma-antecipada-por-desemprego-de-longa-duraça

 

É importante também referir que os desempregados de longa duranção só podem pedir a reforma antecipada no final do subsídio de desemprego. E se não receber este subsídio há mais de um ano não tem acesso à reforma antecipada.

 

PENALIZAÇÕES REFORMA ANTECIPADA

 

Ao pedir a reforma antecipada por desemprego de longa duração e se tem pelo menos 52 anos de idade e 22 anos de descontos para a Segurança Social, a sua penalização será de 0,5% por cada mês até aos 62 anos.

 

Se houve despedimento por mútuo acordo, a penalização é de 3% multiplicando pelo número de anos entre os 62 e 66 anos 3 meses em falta. Esta penalização será reposta quando atingir os 66 anos e 3 meses.

 

SUGESTÕES

 

Se está numa situação de desemprego de longa duração, o seu subsídoio terminou e ainda falta algum tempo para completar 62 anos, tente pedir o subsídio social de desemprego.

 

Importante também referir que enquanto está a receber o subsídio de desemprego, esse tempo conta para a reforma e reduz a penalização. Quando terminar o subsídio vai ser esse valor que vai contar para o cálculo da reforma.

 

Existem novas regras Reforma Antecipada 2017 que entram em vigor a 1 de Outubro.

Cursos Grátis para Desempregados - Onde procurar?

Uma das coisas que achamos muito útil é tirar cursos de formação sempre que puder. Se não tem trabalho e acha que vai despender muito dinheiro para investir na sua formação, desengane-se! Existem imensos cursos gratuitos para desempregados. Basta procurar bem!

 

Além de ser uma excelente forma de combater o desemprego é algo útil para a saúde mental do ser humano. Aprender coisas novas é sempre uma mais-valia! Os cursos gratuitos muitas vezes abrem-nos portas para o mercado de trabalho, ajudam-nos a fazer contactos com pessoas interessadas na mesma área e pode ser o nosso cartão-de-visita.

 

cursos-gratis-onde-procurar.jpg

 

Se ainda está com dúvidas onde procurar cursos grátis para desempregados, tome nota! Hoje vamos ajudá-lo a estar no sítio certo no momento exacto!

 

A opção mais lógica é no Instituto do IEFP, não são só ofertas de trabalho que oferecem, existem ao seu dispor muitas formações que o podem ajudar a dar o salto no mercado.

 

Na página Curso de Formação Grátis vai encontrar como o próprio nome indica, cursos grátis que podem ser do seu interesse. Neste site consegue encontrar formações presenciais ou em regime E-learning.

 

A Eduke.me é uma start-up nacional que oferece cursos na área da Comunicação, Webmarketing e Social Media Marketing. Se gosta da área da informática, este pode ser o local certo para encontrar a formação que tanto precisa.

 

Nesta start-up consegue encontrar cursos gratuitos e outros tantos com preços muito simpáticos que variam entre os 10€ e os 30€.

 

O mesmo acontece com a Modatex, tendo em conta que é uma escola do estado directamente ligada ao IEFP, apresenta-nos cursos na área da Moda, Marketing, Design, Confecção e Lanifícios muito deles gratuitos e outros tantos com preços muito reduzidos face aos valores do mercado.

 

O facto de estas escolas serem financiadas não quer dizer que sejam melhores ou piores, grandes profissionais são reconhecidos pelo rigor que é incutido nas escolas. Basta querer aprender e ter força de vontade para reter o essencial!

 

cursos-gratis-para-desempregados-onde-procurar.jpg