Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

Se são dicas passa pelo N Dicas!

N Dicas

Se são dicas passa pelo N Dicas!

  • Apendicite: Sintomas, Causas e Tratamento

    Hoje vamos falar sobre apendicite aqui pelo N Dicas! A apendicite aguda pode ser crónica, pode requerer cirurgia e há aspetos a ter em conta no tratamento pós operatório. É importante também perceber os sintomas da apendicite infantil e o mais comum na generalidade são gases.

     

    Trata-se de um tema bastante delicado que requer alguma atenção e por isso mesmo decidimos desvendar o que é realmente a apendicite, quais os seus sintomas, causas, possíveis tratamentos e cuidados a ter quando surge uma apendicite.

     

    apendicite-sintomas-causas-tratamentos.jpg

     

    Assim como o próprio nome indica, a apendicite é uma inflamação do apêndice, para quem tem alguma dificuldade em situar, podemos adiantar que é uma região do intestino grosso.

     

    Esta inflação da apêndice pode surgir por duas razões, obstrução por gordura e/ou fezes ou através de uma infecção gastrointestinal causada por um vírus.

     

    A apendicite é normal surgir entre os 10 e os 30 anos de idade, sendo que a intensidade dos sintomas variam de pessoa para pessoa. Os sintomas mais comuns da apendicite são as seguintes: dor abdominal junto ao umbigo que se intensifica à medida que se movimenta, estas dores pode ser acompanhadas por vómitos, náuseas, perdas de apetite e dores de cabeça. Se as dores forem do lado direito e se tornarem mais intensas e agudas, não hesite em contactar o médico.

     

    Sobre os tratamentos da apendicite fica a saber que não há qualquer tipo de tratamento caseiro, o comportamento mais correcto é dirigir-se para um hospital e falar com um médico porque normalmente a apendicite é tratada com cirurgia na hora. É-lhe removido o apêndice e é feito o tratamento necessário para a limpeza de pus acumulado! Se tem dores muito fortes não hesite em dirigir-se ao hospital, é o melhor que tem a fazer pela sua saúde e por si.

    Os Melhores Substitutos do Sal, Leite, Açúcar e Café

    Quando falamos em alimentação saudável vem logo à ideia o corte do sal, leite, açúcares, café, bebidas gaseificadas etc. Hoje vamos falar sobre os substitutos dos sal, leite, açúcares e café, porque afinal de contas cortar a tudo não é solução e é possível adquirir estes nutrientes através de outros alimentos.

     

    A começar pelo sal, experimente trocar o sal refinado pelo sal marinho integral que contem cerca de 40 minerais diferentes. Se porventura não quer mesmo colocar qualquer tipo de sal na sua refeição, opte pelos temperos naturais como o alho, a cebola, cominhos, por um mix de ervas aromáticas como o alecrim, orégãos, louro, tomilho e salsa.

     

    substitutos-sal.jpg

     

     

    Além destas duas hipóteses, ainda tem uma terceira que é a salicórnia, também conhecida como sal verde ou espargos do mar.

     

    Passando agora a falar sobre os substitutos do leite, cada vez existem mais pessoas intolerantes às propriedades do leite e por isso mesmo, os substitutos podem ser excelentes formas de combater este problema. Em vez do típico leite de vaca, podemos substituir pelo leite de amêndoas, leite de arroz, leite de soja, leite de coco e o leite de aveia.

     

    substitutos-leite.jpg

     

    Qualquer um destes tipos de leite consegue fornecer os nutrientes e proteínas necessárias como o leite de vaca.

     

    Relativamente ao açúcar já é preciso ter algum cuidado, principalmente para as pessoas que apresentam diabetes. O açúcar pode ser substituído pelo mel (Atenção! Apesar de ser constituído por frutose e glicose apesar alto valor calórico e quando é aquecido perde propriedades), açúcar mascavo (Menos calórico e mais nutritivo), açúcar orgâncio (sem qualquer aditivo químico) e adoçante.

     

    substitutos-açucar.jpg

     

    O café quando é tomado em excesso também faz mal ao organismo, por isso, uma excelente forma de proteger a sua saúde é optar pelos substitutos do café: Erva-mate que se consome como o chá, Maca que é da família dos nabos e das couves, cacau cru e Ginseng que é raiz bastante utilizada na medicina natural e que também se consome como o chá.

     

    substitutos-cafe.jpg

    Refrigerantes: fazem mal ou bem à saude? Verdades e Mitos para tomar nota!

    Refrigerantes são aquelas bebidas que a maioria das pessoas dizem que fazem mal, mas que na hora certa nos sabe pela vida.

     

    Hoje vamos desvendar aqui pelo N Dicas as verdades e os mitos que falam acerca dos refrigerantes e falar um pouco sobre a nossa saúde tendo por base esta bebida.

     

    refrigerantes-fazem-mal-ou-bem-a-saude-verdades-e-

     

    Vamos começar pelos mitos dos refrigerantes:

    - Segundo os especialistas o refrigerante não vicia. Nesse caso seria necessário ingerir 1 a 2 litros de cola por exemplo para o ritmo cardíaco ficar afectado;

    - Refrigerantes são contra-indicados para quem tem problemas gástricos, mas é um verdadeiro mito quando associam esta bebida à celulite;

    - Relativamente à absorção de nutrientes, é certo que o fosfato presente nos refrigerantes corta a absorção de cálcio contida nos alimentos, mas isto só acontece se o refrigerante for consumido junto com a fonte de nutriente. Caso contrário não há efeito nenhum para os restantes minerais.

     

    Verdades sobre os refrigerantes:

    - É verdade que os açúcares dos refrigerantes obrigam o pâncreas a trabalhar com mais intensidade;

    - É verdade que o consumo de mais de duas latas e meia de refrigerante aumenta o risco de hipertensão;

    - No caso dos refrigerantes light já podemos fazer algum tipo de associação à celulite. Porquê? É muito simples, tem menos açúcares é verdade mas a quantidade de sódio existente em excesso nestas bebidas favorece a retenção de líquidos e consequentemente o aparecimento da celulite;

    - Os refrigerentes não ajudam no processo de emagrecimento nem ajuda a ter uma alimentação saudável.

     

    Com estas questões acabamos por perceber que os refrigerantes não fazem bem à saúde mas tendo em conta que é uma bebida que se consome esporadicamente, deixamos aqui uma dica super importante: Beber apenas 100 ml de refrigerante e de seguida beber um copo de água pura para minimizar os efeitos desta bebida.

    Azia: Sintomas, Causas, Tratamento e Alimentos a evitar!

    Qual o melhor tratamento para azia? Este é o pensamento que nos ocorre sempre que ficamos com sintomas de azia no estômago.

     

    A verdade é que quando os sintomas da azia são constantes, o mais certo é levar algumas dicas a sério para não se tornar num problema ainda mais grave.

     

    Tudo começa com alguns alimentos que supostamente o nosso organismo não suporta, provocando um refluxo de ácido, que consequentemente recua para o esófago e nos dá a sensação de desconforto.

     

    azia-sintomas-tratamento-alimentos.jpg

     

    Como tratar da azia? É por isso mesmo que hoje decidimos abordar este tema, vamos dar algumas dicas de como atenuar os sintomas da azia de uma forma bem natural e sem consumir medicamentos.

     

    Dicas super importantes: Se estiver com azia não coma em excesso, opte por refeições mais leves e não se deite após a refeição, deste modo evitar que o ácida fuja para o esófago.

     

    Bebidas e alimentos a evitar quando tem azia: Existem algumas dicas que circulam por aí e que na verdade não são nada saudáveis, como por exemplo, o leite, o tomate e os rebuçados de mentol pode aliviar o ardor que tem no esófago, mas são alimentos que ajudam a produzir mais ácido para o estômago. Por isso, evite-os!

     

    Jantar mais cedo é uma das sugestões para evitar a azia. Não deve efectuar a refeição duas horas e meia antes de ir dormir, o estômago ainda está a trabalhar e precisa da gravidade certa para terminar a digestão.

     

    Outra dica super importante para evitar a azia no estômago é tentar levar uma vida mais sossegada, tendo em conta que o stress pode aumentar a produção de ácidos no estômago.

     

    Outros alimentos que deve testar e ver como reage o seu estômago são os citrinos, o sumo dos limões e das laranjas deve ser testado antes de ser descartado, uma vez que o ácido destes alimentos não é comparável como o ácido do estômago. O segredo está em manter o estômago alcalino para evitar problemas mais graves. Se porventura tem azias constantes, o mais correcto é fazer uma visita ao seu médico e procurar aconselhamento. Evite ingerir medicamentos sem aconselhamento médico.