Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

Se são dicas passa pelo N Dicas!

N Dicas

Se são dicas passa pelo N Dicas!

  • Saiba como ser piloto de aviões

    Como ser piloto de aviões não é tarefa fácil, tendo em conta que é uma área que exige muito estudo e muita prática!

     

    A principal etapa para ser piloto de aviões é ter paixão por voar e força de vontade para completar todos os níveis de estudo e as exigências pedidas.

     

    como-ser-piloto-de-aviao.jpg

     

    Para ser piloto de aviões, é necessário ter uma licença de transporte aéreo, mais propriamente conhecido pela ATPL – Airline Transport Pilot License. Esta licença é conseguida através de um curso profissional que além das formações, exige uma certificação em 14 exames.

     

    Para ser piloto de aviões é preciso no mínimo ter 16 anos de idade à dara do primeiro voo a solo na escola, ter no mínimo 18 à data da emissão da licença, certificado médico de classe I, diploma de ensino secundário, conhecimentos de Inglês, Matemática e Física, aprovação nos testes psicotécnicos, aprovação no exame de Inglês oral e escrito e aprovação na entrevista presencial.

     

    O curso de ATPL A integrado é composto por 158 horas de voo, 75 horas de simulador e tem uma duração de 14 meses, sendo que tem de existir resultados satisfatórios. Entre as disciplinas de formação estão a Matemática e a Física, os conhecimentos gerais de aeronaves, a legislação e procedimentos ATC, meteorologia, radionavegação, princípio de voo, Multi-motor, procedimentos operacionais, comunicações, instrumentos de voo, performance humana e limitações, performance e planeamento de voo e Garmin 1000.

     

    Se sonha ser piloto de avião e pretende ter um treino de excelência, existem algumas escolas de aviação em Portugal que o podem ajudar a ter a certificação de excelência que tanto deseja, nomeadamente a G Air Center, a Aeronautical Web Academy, a Omni Aviation Training Center, a BrasFlight e a Nortávia.

     

    Nunca se esqueça que o verdadeiro piloto é aquele que tem paixão pela área e pelo conhecimento do mesmo, sendo que o rigor e a persistência são as suas melhores características.

     

    saiba-como-ser-piloto-de-aviao.jpg

    Carta de Condução: Preços e Onde Tirar?

    A Carta de condução além de ser bastante procurada por parte dos jovens, hoje em dia cada vez mais as pessoas já com uma certa idade, procuram estudar e tornar-se ainda mais independentes para puderem conduzir à vontade sem esperar que alguém as leve.

     

    carta-de-conduçao-onde-tirar-e-preços.jpeg

     

    Relativamente a preços da carta de condução, pode contar com cerca de 500€, menos do que isso desconfie sempre!

     

    Muitas vezes as escolas de condução menos conhecidas praticam políticas de marketing não muito correctas e como se costuma dizer, o barato sai caro. Depois reprova imensas vezes no código, na condução e o dinheiro que gasta acaba por pagar uma carta inteira numa escola conceituada. Além de que ninguém lhe paga os transtornos psicológicos de tantas reprovações! Não quer isto dizer que o façam de propósito mas as aulas podem não ser dadas de uma maneira correcta.

     

    Seja em Lisboa ou no Porto, a melhor escola para tirar a carta de condução é na ACP, não só porque os exames que os alunos exercitam no computador são muitas vezes os que saem em exame, tendo em conta que os exames podem ser feitos através da ACP.

     

    Hoje em dia já pode escolher entre aprendizagem de caixa automática ou caixa manual, sendo que a automática é mais barata. Pelo menos na zona Porto a escola de condução Invicta faz essa distinção de veículos e permite a aprendizagem automática.

     

    A Escola de condução Guedes Vieira do Porto, a Global, a Desportiva e a escola de condução Império são as mais conhecidas na zona Norte.

     

    Sendo que em Lisboa as escolas de condução mais conceituadas além da ACP são a escola de condução de S.Lázaro, escola de condução Radical e a escola de condução segurança máxima.

     

    Relativamente a preços, estes variam de escola para escola para pode contar com 500€ fora os exames que também se pagam por fora. Informe-se junto da escola de condução que pretende tirar a carta, porque muitas vezes existem campanhas, o que acaba por baixar o preço e ficar ainda mais em conta.

     

    carta-de-conduçao-onde-tirar-e-preços.jpg

    Carta de Condução por Pontos: Como funciona?

    A carta de condução a partir do dia 1 de Junho de 2016 entrou em vigor com as novas regras da carta de condução por pontos. Hoje em dia, esta questão apesar de já ter sido explicada inúmeras vezes, é algo que continua a confundir as pessoas e por isso mesmo hoje decidimos esclarecer como funciona a carta por pontos.

     

    carta-de-condução-por-pontos-como-funciona.jpg

     

    Inicialmente cada titular de carta terá 12 pontos em sistema, sendo que estes vão sendo descontados à medida que são descontados por cada contra-ordenação feita ou por cada crime rodoviário cometido.

     

    No entanto, todas as contra-ordenações cometidas até dia 1 de Junho de 2016, foram avaliadas ao abrigo da leia antiga!

     

    Tem dúvidas quanto aos pontos que tem? É simples, essa informação pode ser acompanhada no Portal das Contra-ordenações e no Registo das Infracções.

     

    Como funciona a perda dos pontos? Ora então, se cometer uma contra-ordenação grave perde 2 pontos, se cometer uma contra-ordenação muito grave perde 4 pontos, se cometer uma contraordenação sob a influência de álcool e psicotrópicas perde entre 3 a 5 pontos.

     

    Se porventura apresentar contra-ordenações graves acumuladas, perde no máximo 6 pontos.

     

    Contudo tenha muito cuidado! Quando lhe restar apenas 4 pontos, é obrigado a fazer uma acção de formação de segurança rodoviária, tem que acarretar com os respectivos custos e a carta é apreendida em caso de falta.

     

    Quando restarem apenas 2 pontos, é obrigado a fazer novo exame de código e se porventura deixar terminar todos os seus pontos, é feita uma cassação da carta e apenas pode renovar a carta dois anos após a anulação do título.

     

    No entanto, também temos boas notícias! Caso cumpra com todas as regras e não cometer nenhuma infracção num período de 3 anos, são acrescentados à sua carta 3 pontos, até a um máximo de 15 pontos.

     

    Esteja atento aos seus pontos e tente armazenar o máximo de pontos possível para não ter de ficar sem a carta nem repetir nenhum tipo de exame!

     

    carta-de-conduçao-por-pontos-como-funciona-2.jpeg

    Minuta Contrato de Arrendamento: Saiba Fazer!

    Hoje em dia são cada vez mais as pessoas que procuram o mercado de arrendamento como forma de rentabilização do património. Com essa procura cada vez mais crescente, é extremamente importante saber fazer uma minuta para contrato de arrendamento. Para tal, decidimos hoje dar algumas dicas para que saiba fazer a minuta do contrato de arrendamento, tendo em conta o número de cláusulas essenciais e a informação necessária.

     

    minuta-do-contrato-de-arrendamento.jpg

     

    Em primeiro lugar tem de ter a identificação de ambos os outorgantes do contrato, sendo que deve constar o nome completo, o estado civil, o número de contribuinte e a morada completa de cada uma das partes, tanto do inquilino como do senhoria. No caso de existir um fiador, tem que se colocar um terceiro outorgante na qualidade de fiador.

     

    Na fase seguinte da minuta entram as clausulas que vinculam o contrato, sendo que o artigo 1095º do Código Civil ao abrigo da Lei nº 31/2012 deve estar sempre presente no contrato de arrendamento.

     

    Ao todo a minuta do contrato de arrendamento deve conter onze clausulas, tendo a seguinte ordem:

    Primeira cláusula – O Objecto;

    Segunda cláusula – Finalidade;

    Terceira cláusula – Prazo;

    Quarta cláusula – Renda;

    Quinta cláusula – Sublocação e Cessão;

    Sexta Cláusula – Obras;

    Sétima Cláusula – Despesas;

    Oitava Cláusula – Conservação;

    Nona Cláusula – Fiança;

    Décima Cláusula – Legislação;

    Décima Primeira Cláusula – Deveres.

     

    Estas são as cláusulas que obrigatoriamente devem constar na Minuta do Contrato de Arrendamento. Para terminar, na fase final deve constar o local onde foi celebrado o contrato, o dia, o mês e o ano.

     

    Esta minuta deve ser feita em triplicado ou quadruplicado no caso de existir fiador, para que cada uma das partes fique com uma prova. Não esquecendo que um exemplar é entregue no Serviço de Finanças competente.

     

    Em anexo deve constar o Regulamento do Condomínio do prédio, tendo sempre presente a morada e a data da aprovação.

     

    Por último e para cessão o contrato, deve constar espaço para a assinatura do primeiro, segundo e terceiro outorgante caso exista.

     

    como-fazer-minuta-do-contrato-de-arrendamento.jpg

    Pág. 1/13