Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

Se são dicas passa pelo N Dicas!

N Dicas

Se são dicas passa pelo N Dicas!

  • 60 Dicas para Poupar e como Ganhar Dinheiro nas Contas Mensais

    Poupar dinheiro nas contas mensais é justamente aquilo que temos de fazer se quisermos ter algum pé de meia no futuro.

     

    Existem dicas para poupar dinheiro no dia a dia, na alimentação, energia, água, luz, para uma viagem, no supermercado, gasolina, gasóleo, nas compras, etc. É preciso aprender e saber como poupar o dinheiro! Poupar dinheiro é tão importante como ganhar dinheiro!

     

    como-poupar-dinheiro-dicas.jpg

     

     

    Por isso mesmo, decidimos reunir um conjunto de 60 dicas para poupar dinheiro nas contas mensais. A única coisa que tem de fazer é pegar num bloco de notas, apontar todas as dicas de poupança e tomar algumas atitudes a partir de agora.

     

    1) Registar todas as suas tarefas;

    2) Criar metas para os gastos (esta técnica é muito importante para estipular quanto pode gastar por mês);

    3) Pague as suas contas todas no mesmo dia (livre de obrigações a alma fica mais leve);

    4) Arredondar as despesas para baixo e as poupanças para cima (mais vale sobrar do que faltar);

    5) Criar datas específicas para liquidar pagamento da casa, carro entre outro encargo que possa ter;

    6) Falar sobre as contas em casa é um dos pontos mais importantes. Se todos colaborarem tudo se torna mais simples;

    7) Tentar encontrar outras fontes de rendimento (quem tem várias fontes de rendimento, por muito pouco que seja, é sempre mais algum dinheiro extra que pode poupar;

    8) Prevenção é a palavra de ordem para quem trabalha de forma independente e tem o salário variável;

    9) Esqueça os cartões de crédito, são uma falsa realidade de que realmente temos dinheiro, na verdade, ele não nos pertence;

    10) Fazer compras com dinheiro vivo é a melhor estratégia para ir a um supermercado ou a um shopping. Se formos com o dinheiro contado não gastamos mais do que devemos;

    11) Ter mais controlo nas recompensas. Depois de uma semana dura é legítimo querer comprar algo novo por mérito de trabalho. É verdade sim senhora, mas priorize as suas responsabilidades;

    12) Fazer escolhas acertadas na hora de comprar roupa. Existem muitas marcas que não são conhecidas que conseguem ter mais qualidade do que algumas peças de marca;

    13) Atenção às compras do barato sai caro. A regra das comprar de marca própria são válidas, mas muitas vezes também não compensam. Esteja atento!

    14) Tirar partido dos cartões que acumulam pontos. Aproveitar tudo!

    15) Pedir mais coisas emprestadas. Quantas vezes usamos um outfit de festa, ou quantas vezes usamos a furadora em casa? Há objectos que apenas usamos uma vez por ano. Evite gastar dinheiro no que realmente não faz falta.

    16) Doar o que não nos faz falta. Praticar o desapego além de ser um gesto muito bonito é uma grande dica de poupança embora não pareça. Quando for ao seu armário vai poder ver com clareza as roupas que tem e não precisa de comprar o que afinal tinha escondido no fundo do armário.

    17) Antes de comprar algo, avalie se vale a pena ou não consertar;

    18) Não abra e-mails de ofertas imperdíveis e pare de pegar nos catálogos das lojas;

    19) O consumo acaba por se tornar num hábito, retire pelo menos 5 dias no mês para não gastar 1 cêntimo;

    20) Comprar fora do país às vezes torna-se mais barato;

    21) Invista nas compras online;

    22) Aproveite os pequenos prazeres da vida a custo zero: passeio na praia, um cochilo na relva, fazer um piquenique em família ou com amigos, ler um livro à beira mar.

    23) Use os cupões. Antes de fazer um programa veja os cupões que tem disponíveis e escolha as suas atividades em função das promoções;

    24) Invista nas compras online, por vezes poupa gasolina e tempo;

    25) Se sair procure programas grátis.

    26) Aprenda a dizer não às saídas que não lhe vão acrescentar nada. Muitas vezes tem jantares que se fosse por você até nem ia. Diga que aparece depois de jantar para tomar um cafezinho;

    27) Troque o ginásio por uma caminhada ao ar livre;

    28) Planear as férias com antecedência por vezes poupa algum dinheiro;

    29) Não ignore pequenos gastos como um café ou um lanchinho. Na verdade, e sem ninguém se aperceber estes são os vilões dos nossos orçamentos;

    30) Não precisa gastar balúrdios na decoração de casa. Existem imensos vídeos e imagens de inspiração que nos ajudam a renovar a casa de uma forma bem mais económica;

    31) Aprender o básico da costura;

    32) Arranjar as coisas sozinho em vez de contratar alguém;

    33) Evitar comer fora;

    34) Parar de assinar jornais e revistas;

    35) Separar o orçamento logo no início do mês;

    36) Poupe o que for possível. Quanto mais melhor.

    37) Se não tem dívidas para liquidar, estabeleça uma meta de poupança;

    38) Encarar a poupança mensal como um despesa;

    39) A cada compra não planeada guarde 10% desse valor para a poupança;

    40) Recebeu um dinheiro extra? Guarde. Faça de conta que não existe.

    41) Além da poupança reserve algum dinheiro de emergência;

    42) Guardar as moedas num porco mealheiro todos os dias ajuda a ter mais algum dinheiro extra no final do mês. Quando alguém perguntar se quer ir tomar café, vá buscar essas moedas que poupou.

    43) Não cortar gastos com a saúde é um dos truques de poupança. Quanto mais evita ir ao médico depois o tombo é ainda maior;

    44) Compre medicamentos genéricos. São bem mais baratos que os de marca e têm o mesmo efeito;

    45) Apague as luzes de casa sempre que puder;

    46) Crie uma horta em casa para evitar alguns gastos no supermercado com verduras e temperos;

    47) Comprar os alimentos diários com aproximação de validade é uma excelente forma de poupar algum dinheiro.

    48) Comprar um filtro de água apesar de ser um investimento inicial, pode ajudar a poupar nas água engarrafadas;

    49) Seque as roupas na varanda, esqueça as máquinas de secar;

    50) Evite os planos pós-pago, acabam sempre por ser mais dispendiosos;

    51) Alimentar-se bem além de ser uma dica de saúde é também uma excelente dica de poupança. Quanto melhor estiver a sua saúde, menos gasta no médico;

    52) Invista nas prendas manuais e se for casado opte por oferecer ao seu parceiro saídas a dois. É uma excelente forma de passear e poupar algum dinheiro.

    53) Evite pedir dinheiro emprestado, se tiver mesmo de o fazer peça-o a algum familiar ou amigo e evite arranjar mais despesas com os bancos;

    54) Tente eliminar maus hábitos se os tiver, como por exemplo fumar, jantar fora, tomar café fora…se não conseguir eliminar, tentar fazê-lo com menor frequência possível;

    55) Deitar cedo é uma excelente forma de poupar. Quanto mais cedo se deita, menos luz vai gastar;

    56) Faça férias dentro do país, há muito locais bonitos por explorar e acabam por ficar umas férias bem mais económicas;

    57) Reavalie os seus serviços de televisão, internet, telemóvel, luz etc…nestes contratos por vezes podemos poupar mais algum dinheiro;

    58) Se vai visitar um novo local longe de casa e apenas está com o seu parceiro, convide mais alguém para dividir despesas;

    59) Faça o menu da semana e leve merenda para o trabalho;

    60) Faça sempre uma comparação de preço antes de comprar seja o que for, muitas vezes a diferença de preço é significativa.

     

    Fica o ditado, após estas 60 dicas: "Só há 2 formas de ter dinheiro: Ganhar e não Gastar!"

    Apendicite: Sintomas, Causas e Tratamento

    Hoje vamos falar sobre apendicite aqui pelo N Dicas! A apendicite aguda pode ser crónica, pode requerer cirurgia e há aspetos a ter em conta no tratamento pós operatório. É importante também perceber os sintomas da apendicite infantil e o mais comum na generalidade são gases.

     

    Trata-se de um tema bastante delicado que requer alguma atenção e por isso mesmo decidimos desvendar o que é realmente a apendicite, quais os seus sintomas, causas, possíveis tratamentos e cuidados a ter quando surge uma apendicite.

     

    apendicite-sintomas-causas-tratamentos.jpg

     

    Assim como o próprio nome indica, a apendicite é uma inflamação do apêndice, para quem tem alguma dificuldade em situar, podemos adiantar que é uma região do intestino grosso.

     

    Esta inflação da apêndice pode surgir por duas razões, obstrução por gordura e/ou fezes ou através de uma infecção gastrointestinal causada por um vírus.

     

    A apendicite é normal surgir entre os 10 e os 30 anos de idade, sendo que a intensidade dos sintomas variam de pessoa para pessoa. Os sintomas mais comuns da apendicite são as seguintes: dor abdominal junto ao umbigo que se intensifica à medida que se movimenta, estas dores pode ser acompanhadas por vómitos, náuseas, perdas de apetite e dores de cabeça. Se as dores forem do lado direito e se tornarem mais intensas e agudas, não hesite em contactar o médico.

     

    Sobre os tratamentos da apendicite fica a saber que não há qualquer tipo de tratamento caseiro, o comportamento mais correcto é dirigir-se para um hospital e falar com um médico porque normalmente a apendicite é tratada com cirurgia na hora. É-lhe removido o apêndice e é feito o tratamento necessário para a limpeza de pus acumulado! Se tem dores muito fortes não hesite em dirigir-se ao hospital, é o melhor que tem a fazer pela sua saúde e por si.

    Os Melhores Substitutos do Sal, Leite, Açúcar e Café

    Quando falamos em alimentação saudável vem logo à ideia o corte do sal, leite, açúcares, café, bebidas gaseificadas etc. Hoje vamos falar sobre os substitutos dos sal, leite, açúcares e café, porque afinal de contas cortar a tudo não é solução e é possível adquirir estes nutrientes através de outros alimentos.

     

    A começar pelo sal, experimente trocar o sal refinado pelo sal marinho integral que contem cerca de 40 minerais diferentes. Se porventura não quer mesmo colocar qualquer tipo de sal na sua refeição, opte pelos temperos naturais como o alho, a cebola, cominhos, por um mix de ervas aromáticas como o alecrim, orégãos, louro, tomilho e salsa.

     

    substitutos-sal.jpg

     

     

    Além destas duas hipóteses, ainda tem uma terceira que é a salicórnia, também conhecida como sal verde ou espargos do mar.

     

    Passando agora a falar sobre os substitutos do leite, cada vez existem mais pessoas intolerantes às propriedades do leite e por isso mesmo, os substitutos podem ser excelentes formas de combater este problema. Em vez do típico leite de vaca, podemos substituir pelo leite de amêndoas, leite de arroz, leite de soja, leite de coco e o leite de aveia.

     

    substitutos-leite.jpg

     

    Qualquer um destes tipos de leite consegue fornecer os nutrientes e proteínas necessárias como o leite de vaca.

     

    Relativamente ao açúcar já é preciso ter algum cuidado, principalmente para as pessoas que apresentam diabetes. O açúcar pode ser substituído pelo mel (Atenção! Apesar de ser constituído por frutose e glicose apesar alto valor calórico e quando é aquecido perde propriedades), açúcar mascavo (Menos calórico e mais nutritivo), açúcar orgâncio (sem qualquer aditivo químico) e adoçante.

     

    substitutos-açucar.jpg

     

    O café quando é tomado em excesso também faz mal ao organismo, por isso, uma excelente forma de proteger a sua saúde é optar pelos substitutos do café: Erva-mate que se consome como o chá, Maca que é da família dos nabos e das couves, cacau cru e Ginseng que é raiz bastante utilizada na medicina natural e que também se consome como o chá.

     

    substitutos-cafe.jpg

    Cursos com maior saída/empregabilidade de trabalho em 2017

    Já a pensar na época das candidaturas à faculdade, decidimos abordar a questão dos cursos com mais mercado de trabalho em 2017. Afinal de contas, para investir na educação, que seja em áreas que além de despertar interesse tenham alguma oferta de trabalho.

     

    Os cursos com mais mercado de trabalho em 2017 que dispararam para os primeiros lugares, são áreas relacionadas com as engenharias, tecnologias da comunicação e áreas com perfil comercial.

     

    A área de comunicação e marketing a nível de recrutamento subiu a sua percentagem para os 16%, assim como a área de hotelaria que disparou nos últimos anos.

     

    cursos-e-mercado-de-trabalho.jpg

     

    Programador informático e técnico comercial são também alguns dos cursos que apresentam mais mercado de trabalho em 2017.

     

    Apesar destas áreas serem as que mais se destacam a nível de estudos e estatísticas, é bom salientar que nenhum estudante deve ser forçado a tirar uma formação superior numa área em que não se sente realizado. Esta é a nossa lista dos cursos com mais mercado de trabalho em 2017, contudo, um estudante só consegue ser realmente bom naquilo que faz se existir paixão pela área. Note-se que no mesmo estudo sobre os cursos com mais saídas profissionais, constatou-se que em 2017 73% das pessoas não se sentem realizadas com o trabalho laboral e que 71% esperava mudar de emprego num curto espaço de tempo.

     

    Se ainda é jovem e está à procura da área certa ou se é pai e está à procura de informação para divulgar junto dos seus filhos, por favor, tenha em consideração as motivações e ambições. Não se foque apenas em dados estatísticos sobre os cursos com mais mercado de trabalho em 2017!